Solução na CEA deve seguir modelo da Celg, com Eletrobras-fonte

O processo de saneamento da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) deverá ser semelhante ao realizado na goiana Celg, com a Eletrobras assumindo o controle da empresa estadual, disse uma fonte do governo federal.

REUTERS

29 de março de 2012 | 11h30

A proposta atende ao plano apresentado pela CEA ao governo federal, segundo a qual a União injetaria recursos para resgatar a dívida da empresa e a Eletrobras assumiria a gestão da estatal estadual.

Segundo essa fonte, a lógica aplicada nos casos da Celg e da CEA - em que a Eletrobras assume a gestão das empresas - não se aplica no caso da paraense Celpa, por esta ter controle privado.

A CEA tem dívida total de cerca de 1,6 bilhão de reais, sendo que, 1,1 bilhão de reais devidos à Eletronorte, empresa do grupo Eletrobras.

No início de março, o governo autorizou, por meio de Medida Provisória, a operação de compra de controle da Celg pela Eletrobras, sendo que a estatal federal adquirirá no mínimo 51 por cento das ações ordinárias da companhia.

(Por Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIACEAELETROBRAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.