StatoilHydro diz que aposta mais forte no Brasil após fusão

A fusão da Hydro com a Statoildeixou a empresa ainda mais forte para investir no Brasil, paísque junto com a Venezuela é a sua grande aposta na AméricaLatina, afirmou o presidente da StatoilHydro Brasil, JorgeCamargo, durante o 14o Latin Upstream, nesta terça-feira. A petrolífera norueguesa, que recentemente adquiriu osativos no Brasil e no Golfo do México do grupo norte-americanoAnadarko, passou a operar o campo de Peregrino, na bacia deCampos, cuja reserva pode chegar aos 700 milhões de barris. A expectativa é de que o campo entre em operação em 2010,após investimentos de 2,5 bilhões de dólares, produzindo 100mil barris diários. Camargo informou que outros poços serãoperfurados para buscar mais informações. "Temos evidência de que o campo se estende para sul esudoeste e, com base no 3D (dados de terceira dimensão), que seestende para os blocos que a gente adquiriu na nona rodada",disse o executivo referindo-se à última rodada de venda deáreas de petróleo e gás do governo brasileiro. "Para transformar esse potencial em realidade, teremos quefurar mais dois ou três poços exploratórios", informou.O óleo encontrado em Peregrino é do tipo pesado, de menorvalor, com cerca de 14 graus API, mas considerado por Camargocomo um dos focos da empresa, já que no futuro o óleo leve serápraticamente inexistente. Camargo se disse animado também com as perspectivas dereabertura da oitava rodada da Agência Nacional de Petróleo,Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), suspensa em 2006 pelaJustiça mas já liberada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A StatoilHydro adquiriu três blocos no evento, localizadosna camada pré-sal, onde a Petrobras descobriu no ano passadouma reserva gigante de petróleo e gás. "Os blocos que tenho da oitava são em uma área interessantepara pré-sal, fica mais para o sul", afirmou o executivo. Ele disse não ter dados ainda do local, e que se o governoretomar o leilão poderá adquirir outras áreas. "Nossa torcida é de que seja anunciado o que a ministraEllen Gracie (do STF) disse, de completar a oitava rodada,estamos esperando a ANP, mas os blocos que já temos propostasvencedoras são os mais importantes", disse Camargo. Outras alternativas que estão na mesa do governo são deretomar a oitava rodada e encerrá-la antes de fazer ofertas, ouretirar os 10 blocos localizados na camada pré-sal que faziamparte da venda. Após a descoberta do campo de Tupi na camada pré-sal dabacia de Santos, no final do ano passado, o governo anunciouque vai modificar o marco regulatório para aumentar aarrecadação do governo com áreas de petróleo e gás no país, queestariam subestimadas. (Reportagem de Denise Luna)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.