STJ adia julgamento sobre dívida de coligadas da Vale

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) adiou o julgamento de recurso da Vale referente a uma dívida cobrada pela Receita Federal por conta da tributação de lucros de empresas coligadas e controladas no exterior. O adiamento foi um pedido do Ministério Público Federal, por conta de alterações que foram feitas no parecer elaborado pelo MPF.

EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

22 de outubro de 2013 | 14h06

A Vale contesta uma decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região em favor da Receita Federal. Não há nova data definida para o julgamento. A dívida da Vale é estimada em R$ 30 bilhões e se refere à cobrança de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e Imposto de Renda sobre as controladas e coligadas da mineradora fora do Brasil. O relator da ação é o ministro Napoleão Nunes Maia Filho.

Tudo o que sabemos sobre:
STJValecoligadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.