STX fecha contrato de 25 anos com a Vale, por US$ 5,84 bilhões

Empresa sul-coreana transportará minério de ferro do Brasil para a China; contrato tem duração de 25 anos

Hélio Barboza, da Agência Estado,

22 de setembro de 2009 | 09h48

A STX Pan Ocean, transportadora sul-coreana de granéis sólidos, anunciou ter fechado com a Vale um contrato de longo prazo para o transporte de minério de ferro. O contrato é estimado em cerca de US$ 5,84 bilhões, ou 7,06 trilhões de wons, segundo o comunicado da STX às bolsas de Cingapura e de Seul, na Coreia do Sul, as duas bolsas onde são negociadas as ações da empresa.

 

A companhia informou que este é o maior contrato fechado em sua história. Num comunicado, o presidente da STX, Kim Dae-yoo, declarou que o acordo com a Vale pavimenta o caminho para contratos com outras grandes companhias. "O embarque do minério será no Brasil e o despacho, na China", diz o comunicado. "A duração do contrato é de 25 anos, a contar do quarto trimestre de 2011, até o quarto trimestre de 2037", acrescenta o documento.

 

As ações da STX fecharam em queda de 3,6% na Bolsa de Seul, seguindo-se à disparada de 8,2% no pregão de ontem. Em Cingapura, onde a bolsa ficou fechada na segunda-feira em razão de um feriado, as ações saltavam 7,8% às 4h52 (de Brasília).

 

Segundo os analistas, o contrato ajudará a impulsionar os resultados da companhia, que entrou no vermelho nos primeiros dois trimestres deste ano - seus primeiros resultados negativos desde o final de 2004. Pelo contrato, a STX pode transportar cerca de 5% da produção anual de minério da Vale, de 300 milhões de toneladas, segundo a corretora Mirae Asset Securities. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ValeSTXtransporteminério

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.