Supercomitê dos EUA admite fracasso em busca por acordo sobre déficit

'Estamos profundamente desapontados por não termos conseguido obter um acordo bipartidário para a redução do déficit'

Agência Estado,

21 de novembro de 2011 | 20h27

Os integrantes do chamado supercomitê para redução do déficit dos Estados Unidos admitiram hoje o fracasso na busca por um acordo.

"Estamos profundamente desapontados por não termos conseguido obter um acordo bipartidário para a redução do déficit", anunciaram a senadora democrata Patty Murray e o deputado republicano Jeb Hensarling, copresidentes do Comitê Conjunto de Redução do Déficit, em comunicado conjunto.

Pelo acordo firmado em agosto para a elevação do teto da dívida do governo dos EUA, o chamado supercomitê, formado por 12 deputados e senadores dos dois principais partidos políticos do país, tinham até a quarta-feira para apresentar um acordo de redução do déficit do governo da ordem de pelo menos US$ 1,2 trilhão.

O prazo verdadeiro, no entanto, encerrou-se hoje, pois a lei determinava que os membros da comissão precisariam de 48 horas para tomar conhecimento do pacote antes de apresentá-lo ao Congresso.

As informações são da Dow Jones. (Ricardo Gozzi)

Tudo o que sabemos sobre:
crise dos EUAdéficitsupercomitê

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.