Supermercados estimam elevação de 6% nas vendas do Natal

Mesmo com preços até 10% mais altos, ítens típicos da data, como espumantes e panetones, lideraram as vendas em São Paulo

Rodrigo Petry, da Agência Estado,

26 de dezembro de 2011 | 14h32

SÃO PAULO - A Associação Paulista de Supermercados (Apas) estima um crescimento de 6% das vendas, em termos reais, dos supermercados do Estado de São Paulo neste Natal. Segundo a Apas, as vendas foram puxadas por espumantes, cervejas, refrigerantes, carnes, frutas, panetones, castanhas e outros itens típicos das cestas de Natal.

Os preços dos itens que compõem a cesta de Natal apresentaram elevação de 7% a 10%, com destaque para bebidas, como espumante, e panetones de chocolate. Para a Apas, embora ocorra no final do ano um aumento em diversos produtos nos supermercados, de modo geral, em 2011, os preços apresentaram elevação em menor magnitude quando comparado a outros bens de consumo. A inflação deste ano nos supermercados deve ser em torno de 5%, prevê a Apas.

O balanço parcial foi feito com base no acompanhamento das vendas na primeira quinzena de dezembro e nas projeções realizadas pelo departamento econômico da entidade. O dado consolidado será divulgado após o fechamento geral das vendas e da apuração dos números gerais, o que deve ocorrer até meados de janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
APASvendanatal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.