Suzano compra ativos da Conpacel da Fibria por R$1,45 bi

A Fibria aceitou vender os ativos da Conpacel (Consórcio Paulista de Papel e Celulose) à Suzano pelo valor de 1,45 bilhão de reais, informaram as companhias nesta terça-feira.

REUTERS

21 de dezembro de 2010 | 22h48

Os ativos envolvem 50 por cento da fábrica de papel e celulose, 76 mil hectares de terreno e 71 mil hectares de florestas.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Suzano disse que a aquisição reafirma a estratégia da companhia em contar sempre com ativos competitivos para disputar e se consolidar na liderança regional de papéis e de expandir seu negócio de celulose de mercado.

Suzano e Fibria eram sócias da Conpacel, após a divisão dos ativos da antiga Ripasa, adquirida por ambas em 2005. Desta forma, a Suzano passa a ser a única proprietária da Conpacel.

Além da compra dos ativos da Conpacel, a Suzano está comprando operações de distribuição de papel da KSR pelo valor de 50 milhões de reais.

A conclusão da operação deve ocorrer até 31 de janeiro do próximo ano.

Com a compra dos ativos da Conpacel, a Suzano "deverá capturar sinergias operacionais e administrativas, cujo valor presente é estimado em aproximadamente 300 milhões de reais", disse a empresa na nota.

(Por Tatiana Ramil)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASFIBRIASUZANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.