Suzano prevê investimento menor em 2013

A Suzano Papel e Celulose anunciou nesta segunda-feira, 28, uma revisão na estimativa de desembolso com investimentos para 2013, de R$ 3,0 bilhões para aproximadamente R$ 2,5 bilhões. O ajuste, de acordo com a companhia, é explicado pelo "gerenciamento dos pagamentos referentes ao projeto Maranhão, postergando-os para 2014".

ANDRÉ MAGNABOSCO, Agencia Estado

28 de outubro de 2013 | 11h40

A empresa explicou que a revisão do cronograma de pagamentos não altera a previsão de início de operação da unidade, agendada para dezembro, "priorizando o comissionamento", segundo destacado hoje pela companhia. Com a decisão, parte do investimento na unidade Imperatriz será realizada apenas quando a unidade já estiver em produção e resultando em geração de caixa à Suzano.

A nova unidade, que já atingiu 94% de seu avanço físico concluído, demandou investimento de R$ 1,4 bilhão apenas em 2013. No terceiro trimestre foram investidos R$ 351,8 milhões no projeto maranhense. Somados esses valores aos demais investimentos feitos pela Suzano em atividades de manutenção e outras, os desembolsos da companhia somaram R$ 1,862 bilhão entre janeiro e setembro, retração de 11,8% em relação ao mesmo período de 2012. No terceiro trimestre, os investimentos somaram R$ 559,2 milhões, queda de 38,3% em relação ao mesmo intervalo do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.