TAM recebe certificação para fazer manutenção em aeronaves canadenses

Autorização permite que a empresa brasileira amplie sua oferta de serviços de MRO a terceiros e passe a atender novos clientes no mercado

Agência Estado,

25 de agosto de 2010 | 09h23

A TAM informou que o seu Centro Tecnológico, unidade de MRO (Maintenance, Repair and Overhaul), foi certificado pela autoridade aeronáutica do Canadá (Transport Canada Civil Aviation - TCCA) para prestar serviços de manutenção em aeronaves com matrícula naquele país e seus componentes. A autorização permite que a empresa brasileira amplie sua oferta de serviços de MRO a terceiros e passe a atender novos clientes no mercado.

"Estamos certificados pelas principais autoridades aeronáuticas do mundo e, com essa nova homologação, poderemos oferecer nossos serviços para um leque ainda maior de companhias", afirma em nota o vice-presidente de Operações e Manutenção da TAM, Ruy Amparo.

A certificação da TCCA é válida para todos os serviços de manutenção da companhia homologados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Dessa forma, estão incluídas na autorização as aeronaves Airbus A318/319/A320/A321 e A330, Boeing 767, ATR-42 e Fokker-100, com matrícula no Canadá, e seus componentes, além de serviços especializados como galvanoplastia, soldagem e tapeçaria, entre outros.

A TAM já está certificada pelas autoridades aeronáuticas dos Estados Unidos (Federal Aviation Administration - FAA), da Europa (European Aviation Safety Agency - EASA) e de diversos países da América do Sul para realizar todas as grandes manutenções programadas. Além disso, está homologada para realizar a revisão de mais de 5 mil componentes aeronáuticos. Desde janeiro de 2007, a TAM possui também a certificação IOSA (IATA Operational Safety Audit).

Instalado na cidade de São Carlos, no interior do Estado de São Paulo, o Centro Tecnológico da TAM ocupa uma área própria de 4,6 milhões de metros quadrados. Além dos hangares para manutenção, o complexo abriga oficinas para revisão de componentes aeronáuticos, que abrangem desde computadores de navegação até trens de pouso.

Tudo o que sabemos sobre:
TAMaeronaveCanadámanutenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.