Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

TAM reforça meta de crescimento no mercado doméstico

No primeiro semestre deste ano, crescimento da oferta doméstica da companhia ficou acima do previsto, chegando a 14,3%; demanda cresceu 22,2%

Agência Estado,

21 de julho de 2011 | 13h08

A companhia aérea TAM reforçou suas estimativas para o ano de 2011 no mercado doméstico. Com base nos dados de junho divulgados nesta quinta-feira, 21, pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a companhia afirma que, no primeiro semestre, o crescimento da oferta doméstica (ASKs) foi levemente acima da estimativa, que é entre 10% e 14%. No acumulado de janeiro a junho de 2011, a TAM registrou um crescimento da oferta de 14,3%.

"Acreditamos que, devido à forte base de comparação do 2º semestre de 2010, atingiremos a nossa meta de crescimento no ano no mercado doméstico, que é entre 10% e 14%", afirma a empresa, em comunicado. Com esse aumento de oferta do semestre, a companhia obteve um aumento nas taxas de ocupação de 4,5 pontos porcentuais, para 69,8%, em linha com a faixa de expectativa entre 67,5% a 70%.

A demanda, por sua vez, cresceu 22,2% no semestre.

No mês de junho, o aumento da oferta foi de 10,7% ante junho de 2010, com ampliação da taxa de ocupação em 2,8 pontos porcentuais, para 66,6%, ao passo que a demanda (em RPKs) cresceu 15,5% no mês.

No mercado internacional, a demanda (em RPKs) teve ante mesmo mês de 2010 aumento de 9,0%, e a oferta (em ASKs), de 8,5%, resultando em um aumento de 0,4 pontos porcentuais na taxa de ocupação, para 79,6%.

"A demanda internacional continua forte e consistente no mês de junho onde registramos um yield (taxa de retorno ao investidor) internacional em dólares levemente inferior ao mês anterior, devido principalmente à sazonalidade normal do período e ao feriado de Corpus Christi, elevando a quantidade de passageiros voando a lazer", ressalta a companhia.

No semestre, a TAM teve aumento de demanda de 18,6% e de oferta de 13,0%, resultando em uma taxa de ocupação de 80,8%, um aumento de 3,9 pontos porcentuais ante igual período do ano anterior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.