TAM sai de lucro para prejuízo de R$28,64 mi no 2o tri

A TAM, maior companhia aérea do país,sofreu no segundo trimestre um prejuízo líquido de 28,64milhões de reais no segundo trimestre, revertendo resultadopositivo obtido um ano antes. O número marca o primeiroprejuízo trimestral da empresa em quase dois anos. O balanço foi pressionado por aumento de custos que nãoforam compensados por crescimetno na demanda e nas receitas emum trimestre marcado por atrasos, cancelamentos de vôos e filasem aeroportos. Na véspera, a rival Gol divulgou lucro de 157milhões de reais, suportado por benefícios fiscais de 200milhões de reais relaciados à compra da Varig, mas a empresacitou problemas da crise aérea do país. A TAM alterou no trimestre passado critério decontabilização de hedge e por isso, no balanço apresentado àComissão de Valores Mobiliários, o lucro do ano passado apareceajustado ao novo critério, somando 133,7 milhões de reais. Semessa alteração, o resultado do ano passado foi positivo em 97,1milhões de reais. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortizaçãoe leasing de aeronaves (Ebitdar, na sigla em inglês) somou252,37 milhões de reais, queda em relação aos 435,66 milhões dereais registrados um ano antes. A margem despencou de 25,1 porcento um ano antes para 12,8 por cento. A receita líquida cresceu 13,7 por cento, para 1,97 bilhãode reais, puxada por um aumento de 19 por cento no número depassageiros transportados. Mas os custos com serviços prestados cresceram 28,5 porcento, para 1,94 bilhão de reais.

REUTERS

10 de agosto de 2007 | 10h12

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSAEREASTAMRESULTS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.