Tarifa menor impactou receita média por usuário da Oi

A redução da tarifa de interconexão (VU-M) imposta pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) contribuiu para a queda de 3,8% da receita média por usuário da Oi em telefonia móvel no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2012, que somou R$ 20,5, segundo destacou a empresa no relatório de administração que acompanha o balanço trimestral, divulgado nesta terça-feira, 30.

RODRIGO PETRY, Agencia Estado

30 de abril de 2013 | 08h40

De acordo com a Oi, a redução do VU-M foi compensada dentro do resultado do ARPU pelo crescimento de clientes pré-pagos e aumento da atividade da base pós-paga. A empresa ponderou que este efeito foi minimizado pelo fato da redução das tarifas de interconexão reduzirem, por outro lado, os custos das ligações entre a telefonia fixa e a móvel, beneficiando o resultado o consolidado.

Segundo a empresa, o foco vai seguir no crescimento em mercados de "alto valor", sustentado pela crescente "capilaridade de canais de vendas, planos simplificados, descontos nos aparelhos e expansão da cobertura 3G."

4G

Em relação à cobertura 4G, a Oi reafirmou que avançou na implantação e expansão da rede nas seis cidades-sede da Copa das Confederações (Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Recife e Fortaleza), precedida por uma série de testes pontuais e demonstrações públicas da tecnologia.

Tudo o que sabemos sobre:
OIbalanço1º trimestreusuário

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.