Tata Steel fecha trimestre com perda e vê sinal fraco de melhora

A Tata Steel, oitavo maior grupo siderúrgico do mundo, surpreendeu o mercado nesta quinta-feira ao anunciar que fechou o trimestre de junho com prejuízo, atingida por queda na demanda na Europa e nos Estados Unidos. A empresa fez alerta sobre sinais fracos de recuperação global.

REUTERS

27 de agosto de 2009 | 15h50

A companhia informou que está buscando racionalizar operações na Europa e ampliar o foco em gestão de custos.

Analistas afirmaram que uma recuperação do resultado será difícil na ausência de melhora na demanda.

A Tata Steel informou que seu resultado consolidado de abril a junho mostrou prejuízo líquido de 22,09 bilhões de rúpias (452 milhões de dólares), ante previsão de ganho de 660 milhões segundo uma pesquisa da Reuters com seis analistas. Um ano antes, a empresa obteve lucro de 39,01 bilhões.

A produção mundial de aço desabou cerca de 20 por cento nos primeiros sete meses do ano, afetada por queda nas compras de setores como automotivo e de construção civil. Mas, mais recentemente, siderúrgicas estão retomando atividades que haviam sido interrompidas pela baixa demanda.

(Por Prashant Mehra)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIATATARESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.