Taxa de desemprego na zona do euro cai para 12,1% em outubro

Número de desempregados recuou 61 mil em outubro

Sergio Caldas, da Agência Estado,

29 de novembro de 2013 | 09h06

FRANKFURT - O número de pessoas desempregadas nos 17 países da zona do euro registrou em outubro a maior queda mensal desde abril de 2011. Como resultado, a taxa de desemprego no bloco recuou para 12,1% em outubro, de 12,2% em setembro, segundo dados da agência oficial de estatísticas da União Europeia, Eurostat.

A taxa de desemprego ficou abaixo da previsão de 12,2% e a última queda na taxa havia sido em janeiro de 2011.

A quantidade de pessoas sem trabalho na zona do euro recuou 61 mil em outubro, com uma forte queda de 41 mil na França. Contudo, 19,298 milhões de pessoas ainda estavam sem trabalho, o que equivale a 615 mil a mais do que no mesmo mês do ano passado.

A taxa de desemprego entre as pessoas com idades entre 24 anos ou menos permaneceu muito maior do que a taxa para a população como um todo, e subiu em outubro para 24,4%, de 24,3%. As taxas de desemprego de jovens foram particularmente elevadas em países que foram mais afetadas pela crise fiscal e bancária da zona do euro. Na Espanha, a taxa de desemprego entre os jovens subiu para 57,4%, de 56,8% em setembro. (Fonte: Dow Jones Newswires)

Itália. A taxa de desemprego da Itália permaneceu em 12,5% em outubro, repetindo a taxa de setembro, segundo dados divulgados pelo instituto de estatísticas do país, o Istat. Em outubro de 2012, o nível de desemprego no país era de 11,3%. Entre a população jovem da Itália, o desemprego avançou para 41,2% em outubro, de 40,5% em setembro.

Tudo o que sabemos sobre:
desempregozona do euro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.