TCU vê indícios de irregularidades em reajustes de contratos da Rnest, da Petrobras

TCU vê indícios de irregularidades em reajustes de contratos da Rnest, da Petrobras

Segundo o ministro José Jorge, o TCU determinou a revisão de modelo de reajuste em quatro contratos da obra da Rnest, que está próxima de entrar em operação, em Pernambuco

REUTERS

24 de setembro de 2014 | 16h18

O Tribunal de Contas da União (TCU) considerou nesta quarta-feira que existem indícios de irregularidades em reajustes de contratos da obra da Refinaria do Nordeste, da Petrobras.

Segundo o ministro José Jorge, o TCU determinou a revisão de modelo de reajuste em quatro contratos da obra da Rnest, que está próxima de entrar em operação, em Pernambuco.

De acordo com a decisão do TCU, as mudanças no modelo de reajuste enxugariam os contratos em 125 milhões de reais.

A Petrobras ainda pode recorrer da decisão do TCU.

(Por Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAPETROBRASTCU*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.