Tecnisa não anuncia projeções para 2013

Após anunciar na terça-feira uma diminuição em seu guidance (projeção) de lançamentos para este ano, a Tecnisa decidiu que não irá anunciar suas previsões para o próximo ano. "O guidance dá uma obrigatoriedade para a empresa (de lançar). Não queremos ter nenhuma camisa de força", explicou o diretor financeiro e de Relações com Investidores, Vasco Barcellos Neto.

AE, Agencia Estado

12 de dezembro de 2012 | 11h01

Conforme comunicou na terça ao mercado, a Tecnisa reduziu sua meta de lançamentos em 2012 de R$ 1,4 bilhão para R$ 1 bilhão. Segundo a companhia, a revisão foi motivada pelo maior prazo para obtenção de licenças para novos empreendimentos, além de uma revisão da estratégia comercial da própria incorporadora. No acumulado dos três primeiros trimestres de 2012, a Tecnisa lançou um total de R$ 499,6 milhões.

A nova projeção não considera lançamentos que possam vir a ser realizados no megaprojeto Jardim das Perdizes, na zona oeste de São Paulo, onde serão erguidos cerca de 30 torres.

Em relação à posição de caixa e endividamento, o executivo estimou que a Tecnisa deve ter geração operacional de caixa em 2013, dado o grande volume de recebíveis previstos para o ano que vem, estimados em R$ 1,4 bilhão, dentre um total de recebíveis de R$ 3,9 bilhões.

Barcellos também mencionou que, eventualmente, a companhia pode buscar mais financiamento corporativo com o objetivo de rolar dívidas mais onerosas. "Dependendo da oportunidade de tomar dinheiro barato, podemos fazer para eliminar dívidas mais caras", afirmou, sem especificar quando isso poderá ocorrer.

O vice-presidente da Tecnisa, Joseph Nigri, afirmou que o alvará de aprovação para o lançamento do primeiro empreendimento dentro do megaprojeto Jardim das Perdizes, pode ocorrer ainda em 2012, mas as vendas ficarão para 2013. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Tecnisaprojeções

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.