Telebrás faz acordo com Previ para pagamento de débito

A Telebrás informa sobre um acordo com a Previ, fundo de previdência dos funcionários do Banco do Brasil, para pagamento de parte do valor da execução decorrente de decisão judicial condenatória transitada em julgado e em fase de cumprimento, que tramita na Justiça Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal.

AE, Agencia Estado

29 de novembro de 2013 | 08h53

O valor total da execução no entender da Previ é de aproximadamente R$ 182 milhões, "excetuados honorários sucumbenciais e atualizado até 31/08/2013", conforme comunicado enviado nesta sexta-feira, 29, ao mercado pela Telebrás, a qual entende que nas mesmas circunstâncias o valor é de R$ 164,283 milhões, este adotado como "incontroverso". A companhia pagará 15% em única parcela no valor de R$ 24.642.456,59, e o restante em 30 prestações semestrais e sucessivas, com atualização pelo INPC acrescido de 6% ao ano.

Ambas as empresas irão protocolar petição requerendo a homologação em juízo dos termos acordados relativos à transação parcial. "O processo de execução continuará em relação ao valor controverso e será objeto de impugnação pela Telebrás", diz em nota o presidente da empresa de telecomunicações Caio Cezar Bonilha.

Tudo o que sabemos sobre:
TelebrásPreviacordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.