Telefônica anuncia mudanças na estrutura organizacional

O Grupo Telefônica é alvo de um processo de reestruturação. O grupo anunciou nesta semana nova estrutura organizacional que, entre outras mudanças, cria três unidades para a Telefônica Latino-América, sob a liderança de José María Álvares-Pallete. O Brasil constituirá uma destas unidades, sob o comando de Luis Miguel Gilpérez López, atual diretor de Negócio Móvel da Telefonica Latino-América. Antonio Carlos Valente permanece como presidente do Grupo Telefônica no Brasil.

KARLA MENDES, Agencia Estado

30 de setembro de 2010 | 13h32

As outras duas unidades reúnem, de um lado, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Uruguai - países onde os negócios de telefonia fixa e móvel já estão integrados - e, de outro, México, Venezuela e América Central, regiões onde o grupo atua apenas em telefonia móvel.

Segundo a Telefônica, o Brasil é o país com maior número de clientes (mais de 70 milhões) entre os 25 países onde a Telefônica está presente e é a segunda maior operação do grupo em receitas, atrás apenas da Espanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.