Sergio Perez/ Reuters
Sergio Perez/ Reuters

Telefónica lança assistente de voz 'Aura' para competir com 'Alexa', da Amazon

Sistema vai funcionar através de um aplicativo e estará disponível no Brasil, Argentina, Chile, Alemanha, Espanha e Reino Unido

Reuters, O Estado de S.Paulo

25 Fevereiro 2018 | 16h57

BARCELONA - A operadora espanhola Telefónica lançou neste domingo, 25, uma assistente de voz chamada “Aura”. A tecnologia usa inteligência artificial para interagir com seus clientes e foi apresentada em seis países - Argentina, Brasil, Chile, Alemanha, Espanha e Reino Unido.

O anúncio, na véspera do Congresso Mundial de Telefonia Móvel em Barcelona, ocorre um ano após a Telefónica prometer uma transformação em resposta às gigantes norte-americanas de tecnologia como a Amazon, cuja assistente interativa Alexa se tornou uma grande vendedora.

“Um ano atrás dissemos que queríamos que a inteligência artificial fosse a base da relação de nossos clientes conosco e estamos entregando esta promessa”, disse o presidente-executivo Jose Maria Alvarez-Pallete neste domingo. “A digitalização é o núcleo do nosso negócio e graças à profunda transformação interna pela qual passamos nos últimos oito anos nos tornamos uma companhia de plataformas inteligentes.”

Companhias de telecomunicação da Europa têm lutado para crescer em meio a regulações sobre taxas de roaming, queda no preço de dados a diminuição de oportunidades para atuar em mercados já concentrados.

Anatel reduz valor de chamadas de fixo para celular a partir deste domingo

Elas também enfrentam dificuldade para acompanhar companhias de plataformas como a Amazon, Google ou o Facebook, que provaram ser altamente adeptas do uso de dados dos consumidores para vender produtos, serviços ou fazer propaganda online.

A Aura não buscará competir diretamente com as gigantes do setor, como a Amazon, que já oferecem equipamentos de assistentes por voz. No caso da espanhola, o sistema irá operar através de aplicativo, disponível na Argentina, Brasil e Reino Unido. A novidade também comandará a plataforma de TV paga da marca na Espanha e será oferecida via Facebook Messenger no Chile e na Alemanha. Em breve, diz a empresa, também será integrada ao Google Assistant, bem como ao Cortana, sistema operacional da Microsoft em 2019, disse a Telefónica.

A Telefónica, que investiu 56 bilhões de euros (ou 69 bilhões de dólares) em sua atualização digital desde 2012, estimou na semana passada que as vendas cresceriam 1 por cento este ano, número menor que a alta de dois dígitos alcançada por players norte-americanos.

A empresa também afirmou estar trabalhando com a Deutsche Telekom da Alemanha, a holandesa KPN e com a Orange, da França, em uma iniciativa de portabilidade de dados. Tais novidades são apresentadas em meio a novas regras da União Europeia --a chamada Regulação Geral de Proteção de Dados (GDPR)--, que dão aos consumidores maiores direitos sobre a forma como seus dados pessoais são tratados pelas empresas.

A portabilidade de dados prevê que as pessoas possam receber ou transferir dados coletados sobre si mesmas online, de forma acessível, como parte de uma agenda política mais ampla para proteger os cidadãos da vigilância corporativa. / Reuters

Mais conteúdo sobre:
Telefonica inteligência artificial

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.