Telesp e Vivo aprovam reestruturação societária

Os conselhos de administração da Telesp (Telefônica) e da Vivo Participações aprovaram hoje os termos e condições da reestruturação societária, que prevê a incorporação da Vivo Participações pela Telesp. Conforme as companhias, o objetivo das propostas aprovadas é o de dar continuidade à simplificação da estrutura organizacional das companhias e auxiliar na sua integração.

AE, Agencia Estado

13 de setembro de 2011 | 19h59

Pelo fato relevante divulgado há pouco, imediatamente antes da incorporação, as operações e os termos de autorizações para exploração do Serviço Móvel Pessoal (SMP), atualmente detidas pela Vivo Participações e pela Vivo S.A., serão concentradas em uma única sociedade, a Vivo S.A., atual subsidiária integral da Vivo Participações.

As companhias informam ainda que a marca Vivo continuará sendo utilizada pela Vivo S.A., permanecendo inalterada a prestação de serviços de telefonia móvel pessoal por ela prestados. Foi aprovada ainda a alteração da denominação social da Telesp, que passará a ser denominada Telefônica Brasil S.A, tendo em vista a reestruturação societária.

Os conselhos de administração da Telesp e da Vivo Participações confirmaram hoje as alterações no comando do grupo no País anunciadas ontem pela matriz espanhola. Paulo Cesar Teixeira, atual diretor da Vivo Participações, foi eleito diretor geral e executivo, no lugar de Luis Miguel Gilpérez López. Segundo a Telefónica havia informado ontem, Gilpérez será diretor das operações do grupo na Espanha, substituindo Guillermo Ansaldo.

Tudo o que sabemos sobre:
reestruturaçãoTelespVivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.