Tempestade paralisa exploração de petróleo nos EUA

A tempestade tropical Debby neste domingo provocou chuvas fortes e ventos de até 100 km/h, atingindo plataformas de petróleo e gás

Agência Estado

24 de junho de 2012 | 16h29

NOVA YORK - A tempestade tropical Debby atingiu a região central do Golfo do México neste domingo, forçando empresas de petróleo e gás a interromperem a produção. A tempestade provocou chuvas fortes e ventos de até 100 km/h, atingindo plataformas de petróleo e gás e forçando a saída das pessoas.

O Golfo do México é responsável por 29% da produção de petróleo e 12% da produção de gás nos Estados Unidos, de acordo com a Administração de Informação sobre Energia do país.

A britânica BP, empresa de maior atuação no local, disse que suas plataformas seriam fechadas hoje. A Shell, a Anadarko e a BHP Billiton também suspenderam a produção com a aproximação da tempestade. A ConocoPhillips, a Chevron, entre outras, retiraram funcionários de atividades não essenciais. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAGolfo do MéxicoDebbypetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.