Tensão com resultados abate Dow Jones; Nasdaq e S&P sobem

O índice Dow Jones caiu pelo quinto pregão seguido nesta terça-feira, com o temor de investidores de que a temporada de balanços corporativos será fraca, ofuscando os ganhos no setor financeiro impulsionados por comentários do Federal Reserve (Fed). Já os índices Standard & Poor's 500 e Nasdaq terminaram em alta, depois que o avanço dos preços do petróleo impulsionou as ações do setor. Entre as maiores quedas do dia, a General Electric foi destaque com uma desvalorização de mais de 5 por cento após um analista dizer que a companhia pode registrar uma queda nos lucros ao divulgar os resultados na sexta-feira. A produtora de alumínio Alcoa iniciou a tempora de resultados do quatro trimestre informando um grande prejuízo, e suas ações caíram mais de 5 por cento. "Não há boas notícias chegando", disse Marc Pado, estrategista de mercado da Cantor Fitzgerald & Co, em San Francisco. "Tudo que temos visto são alertas para os lucros, e esperamos ver mais disso", acrescentou. O índice Dow caiu 0,3 por cento, para 8.448 pontos. O S&P 500 subiu 0,18 por cento, a 871 pontos, e o Nasdaq avançou 0,50 por cento, a 1.546 pontos. O setor financeiro, coração da crise e da desaceleração econômica global, mostrou força após o chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, dizer durante discurso em Londres que mais ações são necessárias para estabilizar bancos, revivendo a idéia de que autoridades devem comprar ativos podres de bancos em troca de ações. (Por Leah Schurr)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.