ThyssenKrupp quer elevar capital em US$ 1 bi, diz jornal

O conglomerado alemão ThyssenKrupp planeja levantar quase 790 milhões de euros (US$ 1 bilhão) em dinheiro por meio da emissão de novas ações para reparar seu balanço patrimonial, segundo o jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung.

Agencia Estado

05 de julho de 2013 | 14h09

Citando fontes, o jornal afirmou que a companhia contratou um consórcio de bancos de investimento que está preparando uma emissão de ações com direitos preferenciais, que deve ocorrer até setembro. A ThyssenKrupp negou que tenha tomado uma decisão sobre a emissão de ações ou começado os preparativos para isso, mas um porta-voz da empresa destacou declarações anteriores da diretoria. Em maio passado, executivos mencionaram uma possível elevação de capital.

As especulações sobre a emissão circulam há alguns meses, em razão da dificuldade que a companhia vem enfrentando para vender usinas no Brasil e nos Estados Unidos e diante dos processos antitruste abertos contra ela.

No entanto, o executivo-chefe, Heinrich Hiesinger, repetidas vezes disse que a ThyssenKrupp precisa concluir a venda da divisão Steel Americas e ter mais clareza sobre possíveis multas ou danos relacionados aos casos de suposta fixação de preços antes de decidir se um aumento de capital é necessário. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ThyssenKruppaumento de capital

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.