Divulgação Tim
Divulgação Tim

TIM lança campanha sobre vítimas da violência doméstica com música 'sem letra e sem voz'

As cantoras Agnes Nunes, Cynthia Luz e Marina Sena darão voz a música composta por relatos de mulheres que superaram casos de violência doméstica

Wesley Gonsalves, O Estado de S.Paulo

07 de março de 2022 | 05h00

Os casos recorrentes de violência contra as mulheres vão inspirar uma música da nova campanha nacional da TIM Brasil. Para lembrar o Dia Internacional da Mulher, a companhia convidou as cantoras Agnes Nunes, Cynthia Luz e Marina Sena para estrelar a ação de conscientização com uma música “sem letra e sem voz”, em alusão ao silenciamento das vítimas desse crime no Brasil. 

Inicialmente lançada apenas como instrumental, a música ganhará letra a partir de relatos de mulheres que foram vítimas de violência doméstica e, à época, não puderam contar suas histórias por vergonha, ou até medo de mais violência. “A TIM quer ser uma aliada dessas mulheres para incentivá-las a denunciar os casos de violência e levantar as discussões sobre o tema no País”, conta a diretora de marca e comunicação da TIM Brasil, Ana Paula Castello Branco, ao Estadão.

A ação “Imagine que é possível ser ouvida” foi desenvolvida pela agência publicitária BETC Havas. Durante o mês da mulher, a companhia vai executar um esquema de divulgação da campanha nas redes sociais por meio da hashtag #SoltaAVoz. 

Na segunda fase da campanha, a TIM fará o lançamento da nova versão da música  em que o trio de cantoras dará voz às histórias das vítimas. Para divulgar a ação, a TIM preparou um esquema em parceria com suas embaixadoras, a cantora Isa, a atriz Camila Loures e a influenciadora digital Pequena Lo, além de lançar a canção nos serviços de streaming de música.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.