TNT Express tem lucro maior; corta capacidade na Europa

A TNT Express, grupo holandês de entregas sendo comprado pela UPS, cortou a capacidade na Europa em até 15 por cento diante da menor demanda e teme que o crescimento econômico continue fraco neste ano, disse um executivo nesta segunda-feira.

Reuters

30 de julho de 2012 | 08h01

A TNT teve salto de 67 por cento no lucro operacional do segundo trimestre, para 77 milhões de euros (95,3 milhões de dólares), e vendas de 1,83 bilhão de euros.

"Nós reduzimos a capacidade e isso está nos trazendo bons resultados em custos", disse o vice-presidente financeiro, Bernard Bot.

"Estamos esperando o terceiro e o quarto trimestre com certa preocupação por causa das condições macroeconômicas e pelo que alguns clientes estão nos dizendo", acrescentou.

A UPS deve concluir a aquisição de 5,2 bilhões de euros da TNT no quarto trimestre de 2012, embora os reguladores da União Europeia estejam analisando a participação de mercado conjunta.

Uma decisão dos reguladores é esperada para 28 de novembro.

(Por Anthony Deutsch)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASTNTRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.