Total tem queda de 42% no lucro com baixa de petróleo

A petrolífera francesa Total teve lucro líquido de 1,59 bilhão de euros no segundo trimestre, 42% menor que o ganho de 2,73 bilhões de euros obtido em igual período do ano passado, devido à queda nos preços do petróleo e uma provisão de 316 milhões de euros relacionada a uma investigação do Departamento de Justiça do Securities and Exchange Commission (SEC, a comissão de valores mobiliários dos EUA) sobre contratos de gás conquistados no Irã na década de 1990.

SERGIO CALDAS, Agencia Estado

27 de julho de 2012 | 09h17

O preço médio do Brent da empresa foi de US$ 108,30 no segundo trimestre, ante US$ 117,00 no mesmo período de 2011 e US$ 118,60 no primeiro trimestre deste ano.

O lucro ajustado da Total subiu 2% na mesma comparação, para 2,86 bilhões de euros, graças à melhora nas margens de lucros e redução de custos nas operações de refino e marketing.

Analistas consultados pela Dow Jones tinham uma estimativa média de lucro ajustado de 2,94 bilhões de euros. Em dólar, o ganho ajustado da Total caiu 9%, para US$ 3,66 bilhões.

Às 9h07 (de Brasília), as ações da Total subiam 3,10%, a 37,20 euros, na Bolsa de Paris. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Totalbalanço2º trimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.