Toyota
Toyota

Toyota abre terceiro turno na fábrica de Sorocaba e contrata 500 funcionários

Unidade produz os modelos Yaris, Etios (só para exportação) e seu mais recente lançamento, o Corolla Cross, o primeiro utilitário-esportivo da marca fabricado no País

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

02 de setembro de 2021 | 18h26

Pouco afetada pela crise dos semicondutores, a Toyota vai reabrir um terceiro turno de trabalho na fábrica de Sorocaba (SP) a partir de janeiro. Para operar em jornada de 24 horas, a empresa contratará 450 funcionários a partir deste mês. Mais 50 vagas serão geradas em outras unidades do grupo e 350 na cadeia de fornecedores da região.

Com mais uma equipe, a fábrica ampliará sua capacidade de produção das atuais 122 mil unidades ao ano para 152 mil. A unidade produz os modelos Yaris, Etios (só para exportação) e o Corolla Cross, o primeiro utilitário-esportivo da marca fabricado no País e lançado em março. O SUV tem versão híbrida/flex – roda com energia e gasolina ou etanol e é comercializado em 22 países da região.

O anúncio foi feito pelo presidente da Toyota do Brasil, Rafael Chang, ao governador João Doria no fim da tarde desta quinta-feira, 2. Segundo o executivo, a medida vai atender a crescente demanda por produtos da marca no Brasil e na América Latina e faz parte da estratégia de crescimento sustentável da empresa e de seu comprometimento com o País, apesar dos desafios que toda a indústria enfrenta por causa da pandemia de covid-19. 

A fábrica já teve três turnos de trabalho entre novembro de 2018 e junho de 2019.

“Trabalhamos duro para criar esse momento importante da história da Toyota no Brasil. Ele está sendo possível graças à integração que fizemos com colaboradores, sindicato, fornecedores, concessionários e governo”, afirma Chang. “Além disso, tenho certeza de que esses 850 empregos diretos e indiretos impactarão positivamente a sociedade brasileira nesse período tão delicado que todos vivemos”.

Na quarta-feira, 1, o grupo Caoa também anunciou a volta do segundo turno, a partir deste semana, na fábrica de Anápolis (GO), que produz modelos da Hyundai e da Chery, após dez anos funcionando com apenas uma equipe de trabalho. O grupo contratou 385 novos funcionários nas últimas semanas e prevê abertura de novas vagas.

Tudo o que sabemos sobre:
João DoriaSorocaba [SP]Toyota

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.