Toyota apresenta ao governo ideias para produção

O vice-presidente executivo da Toyota, Luiz Carlos Andrade, apresentou nesta terça-feira, 15, ao Ministério da Fazenda propostas para incentivar a produção e venda de veículos híbridos no País. Ele se reuniu com o secretário de Política Econômica, Márcio Holland. Ao final do encontro, Andrade afirmou que não poderia dar detalhes das alternativas apresentadas pela montadora.

EDUADO CUCOLO, Agencia Estado

15 de outubro de 2013 | 13h45

"Tivemos uma conversa exploratória a respeito das possibilidades de a gente vir a produzir o veículo híbrido no País", disse. "Viemos apresentar algumas alternativas e ouvir do governo como ele recebe uma iniciativa como essa. Nesse momento, eles ouviram e se comprometeram a examinar para termos uma nova conversa."

Em julho, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) pediu ao governo a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para importação de uma cota de automóveis híbridos e elétricos até 2017. Hoje, o IPI para esse tipo de veículo é de 25%. Andrade afirmou hoje que "a ideia inicial e viável" seria primeiro importar, para depois pensar em um processo de montagem e produção.

Atualmente o veículo híbrido é produzido apenas na Ásia pela empresa - fabricado no Japão e montado na China e na Tailândia. A tecnologia híbrida inclui, por exemplo, carros com motor elétrico acoplado a motor a combustão ou mesmo aqueles que são carregados na tomada. A Toyota possui hoje três fábricas de veículos com motor a combustão em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Toyotahíbridos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.