Toyota deve reduzir custos de peças em 30%, dizem jornais

A Toyota Motor planeja reduzir os custos de compras de peças em cerca de 30 por cento nos próximos três anos para ajudar a voltar à lucratividade, afirmou a imprensa nesta terça-feira.

REUTERS

22 de dezembro de 2009 | 10h50

A Toyota pediu a seus fornecedores que cortem preços de algumas peças entre 30 e 40 por cento para carros que cheguem ao mercado até 2013, disse o jornal Asahi. O jornal Nikkei afirmou ainda que a montadora planeja migrar para materiais e componentes mais baratos.

O porta-voz da Toyota, Takanori Yokoi, disse que a empresa fez "várias sugestões incluindo redução de custos" a fornecedores na segunda-feira, mas preferiu não dar mais detalhes.

A montadora, que prevê seu segundo prejuízo operacional consecutivo, planeja revisar os projetos de seus carros para ajudar a cortar custos, segundo os dois jornais.

O pedido da Toyota para queda de 30 por cento nos custos --a maior redução em 10 anos-- acontece enquanto a montadora tenta melhorar sua competitividade de preço nos mercados emergentes, segundo a Asahi.

As preocupações sobre o contínuo fortalecimento do iene também estão por trás da medida, segundo o Asahi.

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSTOYOTAPECAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.