Toyota fará recall de mais 2,2 milhões de carros

A Toyota anunciou nesta quinta-feira recalls de quase 2,2 milhões de veículos pelo risco de que o pedal do acelerador possa ficar preso em decorrência do tapete de assoalho mal colocado no lugar do motorista.

DEE, REUTERS

24 de fevereiro de 2011 | 16h16

A decisão da Toyota de convocar o recall é parte de um acordo que a empresa acertou com autoridades norte-americanas que, em troca, aceitaram encerrar uma investigação sobre a crise de problemas de segurança que envolveu a montadora.

Apesar de Washington ter recentemente concedido uma grande vitória para a montadora --ao identificar que o sistema de aceleração eletrônica da companhia não teve responsabilidade nos recalls de quase 8 milhões de veículos anunciados pela Toyota em 2009 e 2010--, os anúncios desta quinta-feira levantaram novas questões sobre problemas mecânicos e de equipamento.

"A realidade é que há uma continuação dos problemas que vão perseguir a companhia até que ela consiga uma saída real para o problema", disse Sean Kane, presidente da Safety Research & Strategies.

Desde os enormes e repentinos recalls da Toyota por problemas na aceleração de seus veículos, que incluíram o sedã Camry, a montadora japonesa tem perdido participação de mercado e foi obrigada a conceder descontos para atrair de volta consumidores norte-americanos.

A participação de mercado da Toyota caiu de 17 por cento no final de 2009 para pouco mais de 15 por cento em dezembro de 2010.

A montadora afirmou que a decisão de ampliar os recalls iniciais foi decorrente das negociações com a agência de segurança de tráfego dos Estados Unidos (NHTSA).

O presidente da agência, David Strickland, afirmou em comunicado que a entidade averiguou 400 mil páginas de documentos para determinar se o tamanho dos recalls da Toyota foi suficiente.

"Como resultado da análise da agência, a NHTSA pediu à Toyota para fazer recall destes veículos adicionais e agora a companhia fez isso, nossa investigação está encerrada", disse Strickland.

Como parte dos últimos recalls, a Toyota aumentou em quase 1,4 milhão de veículos nos Estados Unidos um recall anunciado em 2009, que foi relacionado ao risco de travamento do pedal de aceleração pelo tapete de assoalho solto no lugar do motorista.

O porta-voz da montadora John Hanson afirmou que não houve reclamações de consumidores que motivaram o recall.

"O que estamos tentando fazer é ter certeza de que capturamos qualquer veículo que poderia apresentar um problema como este", disse ele.

Os 1,4 milhão de veículos convocados pelo possível problema no tapete incluem 761 mil crossovers RAV4 modelos 2006 a 2010, além de 603 mil unidades do crossover 4Runner modelos 2003 a 2009 e cerca de 17 mil Lexus LX 570 modelos 2008 a 2011.

Os anúncios desta quinta-feira envolvem ainda outros dois recalls por questões diferentes que também poderiam causar o travamento do acelerador, disse Hanson. Com isso, a montadora está convocando 372 mil veículos modelos RX 330, RX 350 e RX400H, bem como 397 mil veículos Highlander e Highlander HV.

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSTOYOTARECALL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.