Toyota prevê superar vendas da indústria nos EUA em agosto

As vendas da Toyota Motor nos EstadosUnidos devem superar o mercado geral em agosto e a companhiatambém espera bater sua meta de vendas anual, afirmou opresidente da montadora nesta quinta-feira, apesar daspreocupações de que o aperto no crédito possa reprimir ademanda. "Julho foi um pouco fraco devido a vários fatores,incluindo os problemas com o mercado de crédito imobiliário e aalta no preço do petróleo", disse o presidente da Toyota,Katsuaki Watanabe, em uma entrevista para apresentar o novoutilitário esportivo Vanguard. A Toyota fará uma declaração sobre seus planos decrescimento no curto prazo na sexta-feira, e deve anunciar ameta global de venda de 10 milhões de veículos em 2009. Mesmo com as preocupações, Watanabe disse que osfundamentos da economia norte-americana são fortes e que aToyota não deve alterar suas metas de vendas no país. Eleprojeta que o total da demanda da indústria, no entanto, devecair levemente em relação ao ano passado. O executivo disse ainda que espera total cooperação dasafiliadas Isuzu Motors e Hino Motors para competir melhor nomercado global de caminhões dominado por marcas como aDaimlerChrysler e a Volvo. As vendas de carros nos Estados Unidos, o maior mercado domundo, caíram ligeiramente em relação às expectativas para esteano, registrando queda de 3,7 por cento nos primeiros setemeses de 2007. Alguns economistas têm mostrado preocupação de que osproblemas no setor imobiliário de alto risco dos EUA e a quedano mercado financeiro possam afetar a economia como um todo. Neste mês, o vice-presidente da General Motors, Bob Lutz,expressou receio de que a queda nos preços das ações, o apertono crédito e a desaceleração no mercado imobiliário possamafetar as vendas de carros no futuro, apesar de afirmar não terobservado um grande impacto ainda. A Toyota apresentou sua primeira queda nas vendas em quasetrês anos no mês de julho, mas a redução de 3,5 por cento foimenor que o percentual geral da indústria, cujo recuo chegou a8,7 por cento. A empresa ultrapassou a General Motors e conquistou o lugarde maior montadora do mundo no ano passado, quando conquistoumais mercado nos EUA, na China e em países emergentes.

CHANG-RAN KIM, REUTERS

30 de agosto de 2007 | 12h01

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSTOYOTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.