Transgênicos: em nota, governo reafirma que não editará MP

Brasília, 16 - A Secretaria de Coordenação Política, da Presidência da República, divulgou nota há pouco informando que o governo não tem a intenção de editar uma medida provisória liberando o plantio de soja transgênica em substituição ao texto que tramita no Congresso. "O governo federal reconhece o esforço do Senado na tentativa de buscar um acordo para a votação do projeto de biossegurança que aconteceu esta semana", ressalta a nota. "A posição do governo é que o Congresso Nacional decida a matéria que inclui a liberação do plantio da safra 2004/2005 de grãos geneticamente modificados", completa a nota. O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse que o governo vai agir em duas frentes para buscar alternativas para o plantio da próxima safra de soja. Rodrigues disse que, após a decisão do Senado de adiar a votação do projeto de biossegurança para depois do primeiro turno das eleições, conversou por telefone com o ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo. Os dois acertaram que Aldo Rebelo tentará uma negociação com líderes no Congresso para que o projeto da biossegurança possa ser examinado pelos parlamentares antes de 5 de outubro. A outra frente, conforme Rodrigues, será discutida no encontro que terá na terça-feira (21) com o ministro da Casa Civil, José Dirceu. Sobre a possibilidade de o governo editar uma medida provisória autorizando o plantio da soja transgênica, Roberto Rodrigues afirmou: "Não vou brigar por uma nova MP porque o presidente (Luiz Inácio Lula da Silva) não quer." Segundo ele, a posição do presidente Lula, mesmo depois do adiamento da votação do projeto, é não editar uma medida provisória. "O governo vai ter que procurar outras alternativas para permitir o plantio", informou. Roberto Rodrigues destacou que sua posição, como ministro da Agricultura, é a defesa dos produtores. "Como o presidente está determinado a não editar uma nova medida provisória, o governo vai ter que buscar outras alternativas", disse ele.

Agencia Estado,

16 de setembro de 2004 | 19h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.