Transgênicos: liberação de plantio será um erro, diz Requião

Londrina, 8 - O governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), criticou há pouco os senadores que aprovaram o projeto da Lei de Biossegurança, liberando o plantio e a comercialização de soja transgênica, e disse que o governo cometerá um erro se editar uma medida provisória liberando o plantio desse produto geneticamente modificado. "Se eu fosse o presidente da República, concederia ao Paraná o título de área livre de transgênicos", afirmou Requião, ao chegar ao Hotel Bristol para se encontrar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se encontra em Londrina para inaugurar um centro odontológico. O título é reivindicado há algum tempo pelo governador, que proibiu o plantio de soja transgênica no Estado e o embarque do produto em portos paranaenses. Requião avaliou que a liberação de soja geneticamente modificado no País vai "jogar fora 50 anos de pesquisa agrícola e colocará o setor na mão de apenas uma multinacional", a Monsanto. "O plantio de soja transgênica é uma bobagem", afirmou. "O Brasil vai pagar muito caro por isso".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.