Triciclo Spyder é investigado após incêndios nos EUA

Dois casos de combustão levaram a agência reguladora de segurança do trânsito a abrir investigação sobre os veículos, que já tiveram dois recalls desde 2012

Associated Press

08 de agosto de 2014 | 15h25

DETROIT - Autorizades reguladoras de segurança do trânsito dos Estados Unidos estão investigando dois relatos de incêndios em triciclos da marca Spyder. A investigação abrange cerca de 52 mil motocicletas de três rodas fabricadas entre 2008 a 2014. 

A Administração Nacional de Segurança de Tráfego Rodoviário diz em documentos que os incêndios não parecem estar relacionadas a três recalls já realizados pela fabricante das motos.

Uma Spyder foi destruída há um mês em um incêndio durante a sua utilização pelo departamento de polícia de West Virginia. Outro  pegou fogo na região do deserto de Mojave, na Califórnia. 

A agência de segurança diz que vai investigar o que causou o fogo. As motos são feitas pela Bombardier Recreational Products, do Canadá. 

A polícia informou à agência de segurança que um oficial estava utilizando uma Spyder quando sentiu o calor subindo por debaixo da moto. O oficial viu chamas saindo a partir do motor. "Em poucos segundos o veículo foi totalmente engolido pelas chamas", informou. O Corpo de Bombeiros e um mecânico da cidade informaram que o incêndio teria começado no sistema de combustível. 

Três recalls foram feitos pela empresa entre 2012 e 2013, todos por risco de incêndio. No ano passado, a empresa recolheu 8.200 unidades do triciclo. Em 2012, 34 mil triciclos passaram por recall devido a vazamento de vapores de combustível.

Tudo o que sabemos sobre:
Recall

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.