Trigo: Paraná perde 5,6% da produção por causa do brusone

São Paulo, 25 - O Departamento de Economia Rural (Deral) do Paraná reviu hoje a projeção feita para a safra 2004 de trigo do Estado. A nova estimativa é de que os paranaenses colham 3,077 milhões de toneladas, 5,6% a menos que no levantamento feito em julho, quando se previa produção de 3,240 milhões de toneladas. Segundo o engenheiro agrônomo Otmar Hubner, a perda deve-se basicamente ao brusone, que atacou lavouras do norte e oeste paranaense. "Houve alguma perda por geada, mas o prejuízo maior é devido ao brusone", disse Hubner. A doença, provocada por um fungo, se dissemina em ambientes de grande umidade e temperaturas acima de 24 graus. É prejudicial à planta quando está em fase de espigamento. O Paraná, maior produtor nacional de trigo, está no início da colheita. Até ontem (24), os produtores haviam colhido 3,3% da área plantada, que totaliza 1,328 milhão de hectares. De acordo com Hubner, a estiagem continua preocupante em algumas regiões, onde não chove há cerca de 30 dias. As temperaturas no Estado estão aumentando, o que pode significar chuva nos próximos dias. (Jane Miklasevicius)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.