Triunfo tem alta de 4,3% no tráfego no 1º semestre

A Triunfo Participações e Investimentos (TPI) registrou alta de 4,3% no volume de tráfego das suas concessões rodoviárias no primeiro semestre de 2013 em relação a igual período do ano passado, atingindo 41,9 milhões de veículos equivalentes.

VANESSA STECANELLA, Agencia Estado

15 de julho de 2013 | 12h49

O desempenho individual das concessionárias Concer, Concepa e Econorte no período foi respectivamente 1,9%, 5,7% e 5,6% de crescimento no volume de veículos equivalentes, segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira, 15.

De acordo com a companhia, o forte crescimento da safra agrícola impulsionou o tráfego de veículos pesados na Econorte e na Concepa. Na Concer, o desempenho é justificado pela saturação da estrutura da rodovia, que está limitada para receber veículos pesados em determinados horários nas sextas-feiras, sábados e vésperas de feriados, de acordo com resolução publicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Portos e Aeroportos

No primeiro semestre de 2013, o volume da movimentação de contêineres aumentou 18,8% em relação ao verificado em igual período de 2012, atingindo 333.296 teus (unidades equivalentes). No mês de junho a Portonave atingiu 64.027 TEUs, recorde histórico de movimentação desde o inicio de operação do terminal.

Em relação à movimentação de cabotagem, a Maestra movimentou 21.378 TEUs no primeiro semestre, alta de 32,1% frente a igual intervalo do ano passado.

Já a operação no Aeroporto de Viracopos registrou 60,4 mil aeronaves entre janeiro e junho, que movimentaram 4,5 milhões de passageiros e 122,2 mil toneladas de carga.

Geração de Energia

A garantia física vendida totalizou 294.591 MWm entre janeiro de junho, em linha com o contrato firmado com a Votener. Em junho a Rio Verde gerou 1.026 MWm de energia excedente que foi repassada ao MRE a preço de custo, não havendo necessidade de compra de energia para fazer frente ao contrato com a Votener.

Tudo o que sabemos sobre:
TPItráfegoprimeiro semestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.