TRT marca audiência entre Honda e funcionários demitidos

Empresa justificou desligamento de trabalhadores como forma de reduzir a produção, por causa da falta de equipamentos importados do Japão

Rose Mary Souza, de O Estado de S. Paulo,

23 de maio de 2011 | 19h36

O Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e representantes da Honda Motores têm reunião na próxima quinta feira , 26, às 16 horas, no Tribunal Regional do Trabalho 15a. Região, em Campinas, para uma audiência conciliatória, a pedido do Sindicato, para apreciação do pedido de tutela antecipada para anulação das 400 demissões processadas na semana passada na unidade de Sumaré, interior de São Paulo.

Em nota do dia 18 ultimo, a Honda justificava o desligamento dos trabalhadores como forma para reduzir em 50% a produção por causa da carência de equipamentos importados do Japão provocados pelo terremoto seguido de tsunami no mês de março.

O sindicato também denunciou junto ao Ministério Público do Trabalho assédio moral coletivo praticado pela montadora ao comunicar as demissões aos trabalhadores através de telegramas individuais. A assessoria da Honda Automóveis do Brasil confirmou ter recebido a notificação do TRT 15a. nesta segunda feira, 23.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.