Ucrânia tem problemas para pagar por gás, diz empresa russa

Dona do monopólio de exportação de gás da Rússia, a Gazprom disse nesta sexta-feira que a Ucrânia está enfrentando dificuldades para pagar por seu gás, segundo o presidente-executivo da companhia, Alexei Miller.

REUTERS

25 de dezembro de 2009 | 14h40

Uma disputa entre os dois países levou ao corte do fornecimento à Europa em Janeiro de 2009, deixando milhares de residências sem aquecimento no pico do inverno no Hemisfério Norte e afetando a indústria.

"Consideramos a situação dos pagamentos das entregas de gás natural russo em dezembro como muito alarmantes", disse Miller à agência de notícias RIA.

"No meio de dezembro havia uma tendência de redução de compra de gás, que confirma que a Ucrânia está enfrentando sérias dificuldades com os pagamentos de gás", complementou.

Rússia e Ucrânia acertaram nesta semana adiar a data em que Kiev deve pagar pelo fornecimento de gás em dezembro devido aos feriados de fim de ano. A Europa recebe um quinto do seu gás da Rússia via Ucrânia.

(Texto de Maria Kiselyova)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAGASUCRANIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.