UE emite € 4,75 bi em bônus para ajudar Irlanda e Portugal

Segundo a Comissão Europeia, esse foi o terceiro leilão bem sucedido de 2011; a maior demanda veio de investidores da Ásia

Renato Martins, da Agência Estado,

24 de maio de 2011 | 15h09

A Comissão Europeia emitiu em nome da União Europeia € 4,75 bilhões em bônus de 10 anos com cupom de 3,5% ao preço de 14 pontos-base acima dos midswaps. Os recursos serão destinados a financiar os pacotes de ajuda para a Irlanda e para Portugal, sendo € 3 bilhões para a Irlanda e € 1,75 bilhão para Portugal.

Em comunicado, a Comissão Europeia diz que "o terceiro leilão bem sucedido de 2011 confirma a aceitação da União Europeia como emissor de referência e a confiança continuada do mercado na estabilidade e nas medidas de assistência estabelecidas pela UE, junto com o Programa Europeu de Estabilidade Financeira e o FMI".

Segundo a Comissão Europeia, a emissão "se compara favoravelmente com bônus de emissores similares. O interesse do investidor foi novamente muito forte. Os livros fecharam em apenas uma hora e meia e a demanda foi três vezes maior do que a oferta".

A demanda por parte dos investidores veio da Ásia (25%), França (22%), Alemanha (15%) e Reino Unido (15%); em termos de tipo de investidor, a demanda foi equilibrada entre gestores de ativos (27%), bancos centrais (23%), seguradoras/fundos de pensão (23%) e bancos (20%).

A oferta foi coordenada por BNP Paribas, Crédit Agricole, Crédit Suisse, DZ Bank e JP Morgan e os colíderes foram Bank of America/Merrill Lynch, Deutsche Bank, HSBC, SGIB, UBS Investment Bank e Unicredit (HVB). As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.