UE multará UPS e outras companhias por formação de cartel-fontes

Reguladores antitruste da União Europeia vão multar nesta quarta-feira 13 companhias de logística -entre elas UPS, Panalpina e Expeditors- por fazerem parte de um cartel, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto.

REUTERS

27 de março de 2012 | 15h32

Um documento da UE a que a Reuters teve acesso confirma o anúncio de decisão e multas nesta quarta-feira.

A DHL Global Forwarding -unidade da Deutsche Post que fez parte do cartel e o denunciou às autoridades- ficará isenta das penalidades financeiras, contaram à Reuters pessoas com conhecimento no assunto.

A Comissão Europeia acusou as companhias em fevereiro de 2010 de combinarem os preços do frete aéreo, o que é contra as regras da UE. As acusações aconteceram três anos depois de investigações nas companhias.

As outras companhias citadas são Kuehne & Nagel (Suíça), Nippon Express (China), Agility (Kuwait), UTi, DSV Air & Sea SAS (Dinamarca) e Yusen Shenda Air & Sea Service.

A DHL Global Forwarding disse que a investigação se refere ao superfaturamento por parte das companhias, e a UPS disse que a investigação começou em 2007.

A Panalpina afirmou que vai divulgar um comunicado assim que a decisão sair. Expeditors e Kuehne & Nagel se negaram a comentar o assunto.

O vice-presidente financeiro da DSV, Jens Lund, disse que a companhia não comentaria o caso antes da decisão da UE sair, mas afirmou que uma multa não prejudicaria a posição financeira da empresa.

(Por Foo Yun Chee e Francesco Guarascio)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASUPSLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.