UE vai criar imposto sobre transações financeiras, diz Barroso

Segundo presidente da CE, bloco econômico não vai esperar por um acordo global em torno dessa proposta para adotá-la

Renato Martins, da Agência Estado,

29 de junho de 2011 | 17h55

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, propôs nesta quarta-feira, 29, a adoção de um imposto sobre transações financeiras e disse que a União Europeia não vai esperar por um acordo global em torno dessa proposta para adotá-la.

"A decisão foi de que, ao invés de esperar que todos os outros tenham um imposto sobre transações financeiras, vamos criar nosso próprio imposto", disse Barroso durante uma entrevista coletiva em Bruxelas.

Vários governos europeus e o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, já disseram que a UE não deveria adotar um imposto sobre transações financeiras até que se chegue a um acordo sobre isso com governos de outras regiões. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.