Divulgação / Citroën
Divulgação / Citroën
Conteúdo Patrocinado

Um veículo novo pode significar uma oportunidade de negócio

Automóveis podem ser modificados para impulsionar um empreendimento ou até se transformarem em um negócio. É importante estar atento às possibilidades

Citroën, Media Lab Estadão
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

06 de outubro de 2020 | 19h16

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Brasil deve registrar, em 2020, o maior nível de empreendedorismo de sua história. Por conta da crise gerada pelas restrições para conter o avanço da covid-19, muitos brasileiros buscaram empreender para ter uma alternativa de renda. Um exemplo disso é o aumento da demanda por serviços de entrega, um dos fatores que provocou a alta na venda de veículos destinados a esse tipo de trabalho.

Foi o que aconteceu com a Citroën e seu modelo Jumpy, explicou Raquel Ribeiro, diretora de B2B de Veículos Utilitários da montadora. “Devido à versatilidade do produto, a Citroën conseguiu aumentar a sua participação no mercado, mesmo com a pandemia”, afirmou a executiva durante a live promovida pelo Jornal do Carro e Media Lab Estadão, no dia 6 de outubro.

Não é à toa, portanto, que a marca francesa está investindo nesse segmento com o lançamento do Citroën Jumpy Vitré, versão que se destaca ainda mais pela versatilidade, pois exibe uma série de vantagens para quem precisa adaptar o veículo. Como ele já vem de fábrica com janelas laterais e nas portas traseiras, é muito mais simples transformar o modelo em um veículo escolar para até 12 passageiros, ou em um transporte executivo para realizar serviços de transfer, por exemplo.

Lucas Lins, gerente de Veículos Utilitários da Citroën, lembrou, durante a mesma live, de outra vantagem do Citroën Jumpy Vitré: a menor altura de sua carroceria, o que lhe permite acessar garagens e outros locais com mais facilidade do que boa parte de seus concorrentes. “Outro diferencial do nosso modelo é que, por ter dimensões menores, ele não exige carteira de habilitação profissional para ser conduzido”, observou Lins. “Com isso, quem tem família numerosa, pode adaptar o Jumpy Vitré para acomodar nove pessoas (oito passageiros e motorista)”, acrescentou Lins.

Essa característica, aliás, vem fazendo com que o Citroën Jumpy Vitré seja muito procurado por locadoras e taxistas, como observou Raquel Ribeiro. “Ao retornar de uma viagem com a família, por exemplo, nem sempre é possível acomodar todo mundo e a bagagem em um só veículo”, lembrou. “Por isso, temos clientes que buscam o nosso veículo pensando em investir nesse tipo de transporte”, afirmou.

Tem mais: o Citroën Jumpy Vitré pode ser adaptado para uso misto, ou seja, transporte de passageiros e de carga, com a instalação de apenas uma fileira de bancos no compartimento. Com isso, o veículo pode transportar cinco ocupantes e uma grande quantidade de bagagem. Existem diversas possibilidades, mas seja qual for a modificação a ser feita, o fato de o Citroën Jumpy Vitré ser o único modelo da categoria a já vir de fábrica apto para mudanças agiliza o processo, o que significa ter o veículo pronto para o trabalho com mais rapidez.

Segurança é outro destaque, pois o Citroën Jumpy Vitré vem equipado com duplo airbag, freios com sistema antitravamento ABS, controle de estabilidade ESP e alerta de fadiga (que avisa o motorista sobre a necessidade de descansar se ele permanecer por mais de duas horas ininterruptas ao volante).

O Citroën Jumpy Vitré também agrada pelo desempenho, que garante mais conforto na utilização. Isso é garantido pelo moderno e eficiente conjunto motriz, formado pelo motor de quatro cilindros a diesel de 1.6 litro e tecnologia BlueHDI, capaz de entregar 115 cv e 30 kgfm de torque que, além de apresentar funcionamento suave, é muito econômico (possui nota A no Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro).

E já que o assunto é economia, é importante lembrar que o Citroën Jumpy Vitré apresenta um dos menores custos de propriedade da categoria, tendo recebido o prêmio de “Melhor Valor de Revenda” da revista Quatro Rodas. Além disso, a Citroën oferece o programa de revisões com preço fixo, ou seja, o proprietário sabe quanto custa cada revisão, desde o momento da aquisição do veículo.

O Citroën Jumpy Vitré tem preço sugerido de R$ 142.490, mas toda a linha Citroën de utilitários conta com descontos na venda direta, além de bônus de R$ 5 mil para quem adquirir seu modelo em outubro, como observou Raquel Ribeiro. “Além de ser um produto imbatível por suas qualidades, o Citroën Jumpy Vitré está com uma oferta imbatível no mês de seu lançamento”, afirmou. O modelo também conta com garantia de três anos, facilidade no pagamento e oito anos de assistência 24 horas. 

Assista o vídeo completo da live 


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.