União do Caixabank e Banca Cívica cria o maior banco da Espanha

Instituição financeira terá mais de 13 milhões de clientes e ativos equivalentes a € 342 bilhões 

Álvaro Campos, da Agência Estado,

26 de junho de 2012 | 15h16

BARCELONA - Acionistas do Caixabank aprovaram a compra do Banca Cívica, o que cria o maior banco da Espanha em termos de ativos, segundo informou a companhia em comunicado. "Essa operação tornará o banco o líder no mercado espanhol, com mais de 13 milhões de clientes e ativos equivalentes a 342 bilhões de euros, dos quais 231 bilhões de euros em créditos", diz o texto.

A transação de 977 milhões de euros, anunciada em março e aprovada hoje pelos acionistas em uma reunião em Barcelona, vai colocar o Caixabank acima de gigantes como Santander e BBVA, em termos de ativos. "A incorporação do Banca Cívica não vai exigir ajuda estatal e não terá custo para o restante do setor financeiro", afirma o banco.

Atualmente o Caixabank é o terceiro maior banco da Espanha em capitalização de março. A instituição foi criada em 1º de julho de 2011, quando o grupo de bancos de poupança Caixa abriu o capital da sua unidade de varejo. Já o Banca Cívica também abriu seu capital em julho do ano passado, após sua criação em 2010, oriunda da fusão dos bancos regionais Caja Navarra, Cajasol, Caja de Burgos e CajaCanarias.

Um pequeno grupo de manifestantes fez um protesto no lado de fora do prédio onde acontecia a reunião dos acionistas do Caixabank, reclamando da forma como os correntistas de pequenos bancos de poupança são tratados em casos de fusões como esta. Eles carregavam placas com dizeres como: "Banqueiros, ladrões, devolvam nossas poupanças". As informações são da Dow Jones.  

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhabanco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.