União Europeia recebe pedido de ajuda a bancos da Espanha

O órgão permitirá, em consulta ao BCE e à Autoridade Bancária Europeia, que a Comissão Europeia negocie as condições necessárias para oferecer apoio financeiro

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

25 de junho de 2012 | 09h22

A União Europeia recebeu um pedido formal de ajuda financeira da Espanha para recapitalizar seus setor bancário, afirmou o Eurogroupo, sem revelar o montante requerido pelo governo espanhol. Segundo o presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, o órgão permitirá, em consulta ao Banco Central Europeu (BCE) e à Autoridade Bancária Europeia (EBA), que a Comissão Europeia negocie as condições necessárias para oferecer apoio financeiro.

As condições incluem planos para reestruturação, em linha com as negociações da União Europeia para fornecer ajuda estatal, afirmou Juncker. O Fundo Monetário Internacional (FMI) fornecerá assistência técnica e monitoração regular do programa. O Eurogrupo vai emitir uma resposta formal "no devido tempo", disse Juncker.

No início deste mês, o ministro das Finanças da Espanha, Luis de Guindos, fechou em acordo com os ministros das Finanças dos 16 países da zona do euro, conhecido como Eurogrupo, para pedir até 100 bilhões de euros (US$ 126 bilhões) em ajuda financeira.

O comunicado do Eurogrupo ocorre após a Espanha anunciar mais cedo que fez um pedido formal de ajuda.

Rating

A Moody's planeja anunciar um grande rebaixamento de ratings de bancos da Espanha hoje, provavelmente perto do fechamento das bolsas nos EUA, às 18h (de Brasília), afirmou o jornal espanhol Expansión, citando fontes do setor bancário.

A maior parte dos bancos deverá ser rebaixada para território especulativo (junk), exceto as instituições maiores, como Santander, Banco Bilbao Vizcaya Argentaria e CaixaBank.

A Moody's já tinha rebaixado o setor financeiro da Espanha no dia 17 de maio, afirmou o jornal. 

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.