Unidade de redes da Ericsson tem recuperação, ações disparam

Empresa espera que contratos fechados recentemente impulsionem a receita durante o segundo semestre

REUTERS

18 de julho de 2014 | 08h11

A recuperação no negócio de equipamentos de rede da Ericsson apontou para fortes resultados no restante do ano, levando as ações da companhia a registrarem o maior ganho em mais de três anos.

Na China, a Ericsson está vendendo equipamentos para a implementação massiva de redes móveis de quarta geração. Em mercados desenvolvidos, a empresa se beneficia de aumento de capacidade conforme operadores de rede buscam atender o aumento no tráfego de dados móveis.

A empresa espera que contratos fechados recentemente impulsionem a receita durante o segundo semestre do ano.

No último trimestre, as vendas comparáveis em redes cresceram 5 por cento, no crescimento mais rápido para a unidade em um ano, após uma queda de 10 por cento no primeiro trimestre.

O lucro operacional ficou em 4 bilhões de coroas suecas (585 milhões de dólares), ante 2,5 bilhões um ano antes, e acima da expectativa de 3,7 bilhões em uma pesquisa da Reuters com analistas.

As vendas somaram 54,8 bilhões de coroas, contra uma expectativa de 52,5 bilhões, mas em uma queda de 1 por cento em relação ao mesmo trimestre do ano passado em uma base comparável. No primeiro trimestre, o recuo havia sido de 7 por cento.

Às 07h55 (horário de Brasília), as ações da Ericsson subiam 7,99 por cento.

(Por Sven Nordenstam e Olof Swahnberg)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASERICSSONRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.