Unilever mantém recuperação com resultado acima do esperado

A gigante dos bens de consumo Unilever superou expectativas do mercado nesta quinta-feira com a divulgação de alta de 3,6 por cento nas vendas em volume. A companhia garantiu que sua recuperação sob o comando do presidente-executivo Paul Polman continuará no quarto trimestre e em 2010.

REUTERS

05 de novembro de 2009 | 08h24

O segundo trimestre consecutivo de alta nas vendas em volume para Polman aconteceu em meio a um aumento de gastos em marketing e cortes de preços de produtos selecionados. Além disso, a empresa está sendo apoiada por queda nos preços das commodities, como embalagens.

A Unilever, terceira maior fabricante de alimentos e produtos de consumo do mundo, informou que todas as regiões e categorias mostraram crescimento e que está caminhando para restaurar crescimento nas vendas em volume em 2009, sem prejuízo de margens ou fluxo de caixa.

A alta trimestral de 3,6 por cento nas vendas em volume superou previsão de crescimento de 2,8 por cento em pesquisa da Reuters com 12 analistas.

O desempenho da Unilever superou o crescimento de 2 por cento da Nestlé, maior fabricante de produtos alimentícios do mundo, no terceiro trimestre.

A Unilever teve lucro de 0,43 euros por ação, superando consenso dos analistas de 0,38 euros ouvidos pela Thomson Reuters I/B/E/S.

(Por David Jones)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASUNILEVERRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.