Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

United Airlines dobra participação na Azul

Norte-americana elevou sua participação na empresa de 3,7% para 8%; operação foi feita por meio de uma transação privada de ações

Fabiana Holtz, O Estado de S.Paulo

27 Abril 2018 | 10h46

 A Azul anunciou em comunicado ao mercado, que a norte-americana United Airlines elevou sua participação na empresa de 3,7% para 8%. A operação, acrescenta a companhia aérea, foi realizada através de uma transação privada de ações preferenciais com a Hainan Airlines.

+ Azul encerra 2017 com lucro de R$ 529 milhões

+ Setor aéreo espera retomada puxada por viagens corporativas para este ano

Segundo informou a Azul, a Calfinco, subsidiária da United Airlines, adquiriu 14.534.502 ações preferenciais de emissão da Hainan Airlines Holding, pelo que a sua participação total alcançou 26.995.316 ações preferenciais, totalizando 8,33% do total das ações preferenciais de emissão da companhia e 8% de participação econômica.

Com a venda, a participação da Hainan Airlines passou a ser de 17,95% do total das ações preferenciais, representada por 58.138.006 ações PN. Em 23 de abril, a Hainan detinha 22,43% das ações PN da Azul.

Segundo Andrew Levy, vice-presidente e CFO da United Airlines, após investimento inicial em 2015, o número de clientes conectados com as duas empresas nunca esteve tão alto. Atualmente, Azul e a United conectam clientes por meio dos aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, Fort Lauderdale e Orlando, na Flórida.

Mais conteúdo sobre:
Azul Linhas Aéreas Brasileiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.