US Airways suspende negociação sobre fusão com UAL

 Executivos das duas companhias têm defendido a necessidade de uma consolidação maior na indústria aérea

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

22 de abril de 2010 | 13h06

A US Airways Group disse que seu conselho de diretores decidiu interromper as negociações da companhia sobre uma fusão com a United Airlines controlada pela UAL Corp. Às 12h25, as ações da US Airways recuavam 4,44%, cotadas a US$ 6,46, enquanto as da United Airlines declinavam 0,33%, para US$ 21,36.

A UAL estava em negociação com a US Airways, bem como com a Continental Airlines sobre uma possível fusão. No início do mês, um alto funcionário do sindicato de pilotos se manifestou contrário ao acordo. Mais cedo, a Continental divulgou seus resultados do primeiro trimestre. A UAL e a US Airways anunciarão seus balanços na semana que vem.

O chairman e o executivo-chefe da US Airways, Doug Parker, e o executivo-chefe da companhia da UAL, Glenn Tilton, têm defendido a necessidade de uma consolidação maior na indústria aérea. "Mantemos a nossa crença de que a consolidação faz sentido em um setor tão fragmentado como o nosso", disse Parker em um comunicado. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.