USDA anuncia US$ 4,8 bi em garantias para crédito de exportação

São Paulo, 4 - O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou hoje uma alocação de recursos de quase US$ 4,8 bilhões para o programa de garantia de crédito às exportações no ano fiscal e 2005, que começou em 1º de outubro. Os recursos cobrem as exportações para 23 países e regiões, que compõem os principais mercados para as vendas dos produtores americanos. "As garantias de crédito têm um papel importante para o fluxo de comércio de commodities e para disponibilizar alimentos nos países em desenvolvimento", disse Ellen Terpstra, a administradora do Foreign Agricultural Service (FAS), departamento de agricultura internacional do USDA. "No último ano fiscal, os créditos do USDA ajudaram vários países a importarem mais de US$ 4 bilhões em produtos agrícolas dos Estados Unidos". Por esse programa, o USDA garante os créditos cedidos por bancos ou tradings para os importadores, mas não financia diretamente. No ano fiscal de 2004, os créditos do USDA garantiram as vendas de US$ 920 milhões de grãos, US$ 720 milhões de trigo, US$ 653 milhões de oleaginosas, US$ 482 milhões de algodão, US$ 296 milhões de rações animais, US$ 258 milhões de carnes, US$ 106 milhões de arroz e US$ 13 milhões de frutas e vegetais até meados de setembro. O total alocado em 2004 foi de US$ 6,3 bilhões. Para 2005, também é esperado que os créditos disponíveis superem os US$ 6 bilhões. US$ 4,8 bilhões são apenas a dotação inicial. A maior parte desses recursos iniciais foram divididos da seguinte forma: América do Sul - US$ 930 milhões; México US$ 850 milhões; Coréia do Sul US$ 835 milhões; América Central US$ 390 milhões; China/Hong Kong US$ 370 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.