Usiminas compra Mineração Ouro Negro por US$367 mi

A Usiminas anunciou nesta segunda-feira a compra da Mineração Ouro Negro, empresa com reservas de 200 milhões de toneladas de minério de ferro na região de Serra Azul (MG), por 367 milhões de dólares.

REUTERS

28 de novembro de 2011 | 11h49

As reservas fazem divisa com os direitos minerários atualmente detidos pela Mineração Usiminas, "o que amplia o acesso da companhia às suas reservas através da majoração da cava".

"Estima-se que serão liberadas aproximadamente 350 milhões de toneladas, que, somadas às reservas adquiridas, totalizam cerca de 550 milhões de toneladas de minério de ferro", afirmou o grupo siderúrgico em comunicado.

A Usiminas informou ainda que concluiu a aquisição da mineradora J. Mendes, em que acertou pagamento adicional de 100 milhões de dólares a ser desembolsado "parte à vista e parte em 36 parcelas mensais iguais a partir de janeiro de 2012".

A empresa havia anunciado a aquisição da J. Mendes em 2008, ao preço de 1,8 bilhão de dólares, com possibilidade fazer pagamentos adicionais que elevariam o valor a um máximo de 1,9 bilhão de dólares, dependendo do conteúdo mineral das reservas.

Os anúncios foram feitos um dia depois que o grupo ítalo-argentino Techint anunciou a compra das participações de Camargo Corrêa e Votorantim no bloco de controle da Usiminas, em uma operação de cerca de 5 bilhões de reais.

A Mineração Usiminas também fez acordo de cooperação operacional com a Ferrous Resources do Brasil para exploração de reservas contíguas na mina Santanense, também em Serra Azul.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIAUSIMINASMINERACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.